sábado, 12 de junho de 2010

Asta la vista, amigos.

Trilha sonora de despedida:

video


Era uma vez um cara chamado Caio que se mudou, com a esposa, para Portugal. Longe dos amigos, do sol e do surf, em plena neve e com o mestrado ainda incipiente, sobrou-lhe o ócio.

No outro continente, a Paula resolveu se mudar para Curitiba. Longe da família e dos amigos, numa cidade gelada e com o doutorado ainda incipiente, sobrou-lhe o ócio.

O que fazem as pessoas ociosas com ADSL disponível? É claro que debatem em comunidades de filosofia do orkut! E assim foi.

O Caio e a Paula eram totalmente diferentes entre sí, Minestrone e Bolognesa. Mas compartilhavam de muitas idéias e gostavam de debatê-las. Daí nasceu o blog.

Quase todos os textos publicados eram, na verdade, resultado dessas discussões. Um deles escrevia, enviava para o outro para chegar a um consenso sobre possíveis novas discordâncias, e lá estava a idéia final, pronta.

Mas o tempo passou, e o Caio se tornou papai de uma menininha linda. Junto com isso, o mestrado começou a mostrar porque é que a maioria das pessoas não se animam a fazê-lo.

Pouco tempo depois, o doutorado da Paula também começou a fazer suas exigências improrrogáveis.

Os tempos de ócio, então, findaram-se.

O Caio, ás vezes, aparecia e dizia: "Vou escrever um texto para o blog, assim que der!" Mas é claro que a nossa vida diária nem sempre colabora com as nossas intenções.

A Paula até que tentou, algumas vezes, publicar textos. Mas com o tempo disponível reduzido, a mente concentrada em outras coisas, e sem as idéias e debates com o Caio, o blog foi progressivamente decaindo.

A finalidade de um blog é expor idéias; ele não tem um fim último em si mesmo. A partir do momento em que as idéias é que servem ao blog, e não o contrário, ele perde seu sentido.

O Minestrone a Bolognesa, então, entra de férias indeterminadamente.

Obrigada aos amigos que sempre se dispuseram a pensar nossas idéias conosco. Nos vemos nos próximos bons tempos de ócio criativo!